O 2º Congresso Internacional de Educação acontecerá em meados de 2014.

Prepare-se para participar deste grande evento!

1ª Congresso Internacional de Educação

Nos dias 11, 12 e 13 de julho de 2012, foi realizado o I Congresso Internacional de Educação de Lucas do Rio Verde-MT. O evento, inédito na região, foi promovido pela Rede La Salle, por meio da Faculdade e do Colégio, e a Secretaria Municipal de Educação, com o apoio de diversas organizações.  

Com o propósito de interiorizar e socializar os estudos inerentes a uma educação de qualidade, o Congresso abordou como temática principal “Diálogos Pedagógicos, da Educação Infantil ao Ensino Superior: A Continuidade como Chave para uma Educação de Qualidade”, contando com a presença de renomados palestrantes do exterior e do Brasil, e a participação de aproximadamente 1.000 congressistas.

A noite de abertura oficial do Congresso iniciou-se com a formação dos participantes da mesa, logo após uma apresentação cultural, e depois de realizados todos os atos protocolares, deu-se início à palestra magna, proferida pelo Prof. Dr. José Marin Del Carmen Gonzales, da Universidade de Genebra-Suíça. Abordando o tema "Inclusão e Exclusão na Educação", o Dr. José afirmou que “não é só importante ler e escrever, mas utilizar essas ferramentas para transformar o mundo em que vivemos”, e ainda disse que “é necessária uma disponibilidade, uma vocação, uma identificação, e que é preciso que os professores, os quais são os intermediários, façam um trabalho muito sério, sobre todos os casos racistas, egocêntricos, que todos nós temos, e este é um investimento muito grande”. Veja como foi essa palestra, clicando aqui!

Na manhã de quinta-feira (12), deu-se continuidade ao Congresso, quando os congressistas puderem prestigiar a palestra do Prof. Hamilton Werneck, da Universidade Cândido Mendes-RJ, que trouxe como tema "Da Paixão de Ensinar à Paixão de Aprender". Em sua explanação, o Prof. Wernek disse que a paixão é uma das ferramentas mais importantes para a construção da educação, e segundo ele, “o professor que encanta é seguro, é tranquilo, faz exposições com clareza, elogia os alunos, não se gaba de seus títulos, fala bem dos outros, repete explicações. O professor que encanta, emociona!”, declarou. Saiba mais sobre esta palestra, clicando aqui!

Ainda na manhã de quinta-feira, dia 12, o Diretor Geral da Faculdade La Salle, Prof. Dr. Nelso Antonio Bordignon, fsc, falou sobre “O Professor Enquanto Sujeito da Educação”, à luz da abordagem do desenvolvimento psicossocial de Erikson. Em sua apresentação, Ir. Nelso abordou os diversos estágios que se interpõem à formação da pessoa humana, e na relação entre o educador com o aluno. Baseando-se na pesquisa de Erik Erikson, que analisa o desenvolvimento psicossocial, o palestrante declarou que "os estágios são hierárquicos e absorvem as qualidades e as limitações das etapas anteriores [...] a pessoa, durante a vida, vai acolhendo aspectos positivos, o que se chama de forças sintônicas, e aspectos negativos, o que se chama de forças distônicas. Essa crise existencial acompanha a pessoa ao longo de toda a vida, de modo que na vida adulta ela leva consigo as qualidades que apreendeu. E o professor pode refletir isso na sua ação pedagógica". Veja como foi essa palestra, clicando aqui!

Já na tarde de quinta-feira (12), foi realizada a mesa redonda sobre o tema "Inclusão e Exclusão", contando com os seguintes debatedores: Prof. Dr. José Martin Del Carmen Gonzales (Suíça), Psicóloga Regina Mara Rodrigues (APAE, LRV) e Profa. Eli Capitanio Betella (APAE, LRV), sob a coordenação da Profa. Izana Néia Zanardo, Supervisora da Educação Básica da Secretaria Municipal de Educação de Lucas do Rio Verde-MT. Em discussão, a Psicóloga Regina afirmou que “para a inclusão dar certo, o primeiro passo deve ser visualizar o que o aluno, dentro da sala de aula, necessita”. Veja mais sobre esta importante mesa redonda aqui!

Abordando em sua palestra o tema "Qualidade Universitária e Desenvolvimento Profissional Docente", o Prof. Dr. Milton Molano Camargo, da Universidade La Salle-Colômbia, encerrou as atividades do segundo dia (12) do Congresso. Em sua abordagem, o palestrante falou sobre a importância do investimento aos mecanismos que assegurem a qualidade da aprendizagem nas universidades e, segundo ele, “as instituições, para ter qualidade, têm que ser pertinentes ao ser impertinentes, ser questionadoras, têm que perguntar, mover. A qualidade deve impactar a sociedade!”, declarou. Saiba mais sobre a palestra do professor, clicando aqui!  


Pela manhã de sexta-feira (13), os congressistas foram recepcionados com uma apresentação cultural de harpa e violão, da Banda Musical do Departamento de Cultura do Município e, em seguida, puderam ouvir a palavra do Prof. Dr. Vasco Pedro Moretto, da Universidade de Brasília, que trouxe como tema de sua palestra a "Avaliação da Aprendizagem - Uma Relação Ética". Em sua apresentação, definindo os conceitos de ética e moral, o palestrante indagou o estilo de avaliação desenvolvido pelos educadores, através do que afirmou que “a disciplina em aula pode ser imposta (moral) ou proposta (ética)", entretanto, "se tivermos ética, não necessitaríamos da moral". Para saber mais, clique aqui!

Dando seguimento à programação do evento, ainda na manhã de sexta-feira (13), o Prof. Dr. Carlos Alberto Jamade Hirmas, fsc, do Instituo La Salle-Chile, trouxe como título de sua palestra "A Educação Atual no Chile e uma Visão da Educação da Criança". Em sua explanação, o Prof. Carlos falou da importância do investimento de qualidade na educação, e falou ainda sobre a metodologia educacional utilizada no Chile. Segundo ele, “a reforma educativa ajuda muito a uma visão unitária da educação no Chile, são escolas públicas e colégios, que têm um regimento diferente, [...] Todas as escolas no Chile, sejam particulares, públicas ou subvencionadas, têm que comprimir com dois elementos: os objetivos convencionais e os conteúdos mínimos estabelecidos, utilizando a carga horaria definida". Veja como foi essa palestra, clicando aqui!

Na tarde de sexta-feira (13), último dia do Evento, foi realizada a mesa redonda em discussão ao tema “A Judicialização do Ensino e a Responsabilidade dos Gestores nas Unidades Escolares”, que contou com a presença do Prof. Me. Guilherme de Oliveira Ribeiro, Coordenador do Curso de Direito da Faculdade La Salle, e do Dr. Diogo Madrid Horita, Defensor Público, coordenados pelo Prof. Me. Fernando Cezar Orlandi, Diretor Acadêmico da Faculdade La Salle. Em discussão ao tema proposto, o Prof. Guilherme apontou algumas relações entre a “judicialização” e os educadores em geral, e, segundo ele, “a judicialização do ensino é a levada de problemas que as pessoas verificam na educação básica ao poder judiciário”. Em seus apontamentos, o Defensor Público Dr. Diogo Horita realizou uma explanação histórica e jurídica sobre o tema, além de abordar alguns pontos importantes que encontram-se presentes na Educação. Veja mais sobre esta mesa redonda aqui! 

Com o tema “Avaliação dos Processos de Ensino e de Aprendizagem no Ensino de 09 anos”, a Profa. Dra. Marta Maria Pontin Darsie, da UFMT, deu sequência à programação do I Congresso Internacional de Educação, na tarde de sexta-feira (13). Segundo a palestrante, os profissionais da educação devem estar atentos à maneira de avaliação na aprendizagem, e ainda declarou que “a avaliação deve ser diagnóstica, processual, inclusiva, contínua e também investigativa [...] A avaliação é um momento a mais para aprender, um instrumento de aprendizagem”. A Dra. Marta enfatizou também em sua abordagem a necessidade de trabalhar-se além da universalização da educação, buscando essencialmente a qualidade do ensino nas instituições. Segundo ela, o Brasil “teve um investimento grande na inclusão, mas não vemos mais esse investimento na qualidade da educação [...] Nós temos que assumir e lutar pelas condições de qualidade na educação”. Saiba mais sobre a palestra, clicando aqui! 

Encerrando as atividades do I Congresso Internacional de Educação de Lucas do Rio Verde-MT, na tarde de sexta-feira (13), a Profa. Dra. Daniela Martí Barros, da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), elucidou o tema “Aprendizagem, Memória e Comportamento”. Segundo ela, “a neurociência em educação é uma ponte em construção”. A palestrante ainda declarou que “cada estado emocional se acompanha de uma gama de fenômenos hormonais e neuro-humorais”, o que faz com que gravemos melhor as informações, sendo assim, deve-se haver empatia entre professor e aluno, pois os fenômenos que acompanham as emoções geram um ambiente mais harmônico possível, estimulando o conhecimento e a retenção da memória. Clique aqui para ver como foi essa palestra!

Além das importantes palestras e mesas redondas, o Congresso abriu espaço aos profissionais da Educação para a apresentação de seus projetos, pesquisas, relatórios de atividades, metodologias diferenciadas, entre outras propostas. Foram 78 trabalhos aprovados, apresentados nas salas de aula e auditórios disponíveis no Colégio La Salle, conforme os sete eixos temáticos propostos para o Congresso. Em sua apresentação de trabalho, a professora de Educação Física de Sorriso, Lisandra Barbosa da Silva, juntamente com Ariel Díaz Loaces, abordou o tema: Estudo do Desenvolvimento Motor: com os Testes de Motricidade Global e Motricidade Fina Segundo o Número de Horas/Aulas de Educação Física Infantil nas Cidades de Sorriso e Ipiranga do Norte-MT. Em entrevista, Lisandra disse que o objetivo do seu trabalho foi “mostrar os benefícios que as aulas de Educação Física podem trazer para as crianças, na Educação Infantil, e no seu desenvolvimento motor e cognitivo”. Saiba mais sobre os trabalhos apresentados, clicando aqui!  

Ao final de cada atividade, os congressistas tiveram a oportunidade de realizar perguntas pertinentes ao tema aos palestrantes e debatedores, os quais foram homenageados com a entrega de uma lembrança simbólica.

 

Veja aqui as fotografias do I Congresso Internacional de Educação de Lucas do Rio Verde-MT: